Juros Rotativo: O que é, como calcular, como funciona

O juros rotativo é uma opção dada pelos bancos. Entretanto ela pode trazer muitas dores de cabeça para quem não tem tanto controle assim sobre os gastos, veja.

O juros rotativo é a taxa mais alta do mercado atualmente. Essa taxa é cobrada diretamente na sua fatura de cartão de crédito e muitas pessoas acabam não prestando atenção nela.

Logo é aconselhável que você tenha bastante cuidado na hora das compras. Assim você não precisa parcelar a sua fatura e pagar juros rotativo. Veja maiores informações baixo.

O que é juros rotativo

Juros rotativo é o nome dado a taxa cobrada quando você não paga integralmente a sua fatura de cartão de crédito.

No início, a opção de pagar o mínimo da sua fatura do cartão de crédito pode parecer uma boa opção. No entanto isso não é verdade já que essa costuma ser a maior taxa cobrada pelos bancos.

A incidência desse juros costuma deixar muita gente mais enrolada do que ajudar. Pois a taxa incide sobre todo o valor que ficou para o próximo mês.

Portanto o que pode parecer uma vantagens oferecida pelos bancos é na verdade uma forma de cobrar juros ainda mais altos.

Como funciona o juros rotativo

Para entender como funciona o juros rotativo, primeiro é preciso entender como funciona a cobrança de um cartão de crédito.

O cartão apresenta a possibilidade de você comprar, parcelar e realizar o pagamento em uma data futura. Porém, isso pode acabar complicando pessoas que não tem muito controle e acabam gastando mais do que podem pagar.

Quando a fatura chega, ela traz no final uma opção de pagamento mínimo. Para o caso de você não ter o valor total da fatura para o pagamento. Logo, é a partir desse momento que o juros rotativo começa a funcionar.

Por exemplo, caso sua fatura chegue no valor de R$2.000,00 e tenha a opção de pagamento mínimo de 15%. Sendo assim nesse mês você só pagará R$300,00.

Entretanto no próximo mês terá que pagar o valor normal da sua fatura e mais a diferença dessa. Ou seja, mais R$1.700,00, além disso será acrescida a taxa de juros rotativo definida pelo banco.

juros rotativo

O que mudou com as novas regras do juros rotativo no cartão de crédito?

Uma das principais mudanças com relação ao juros rotativo foi com relação ao pagamento mínimo da fatura. Logo, esse só poderá ser oferecido em um mês.

No próximo mês, caso não seja possível realizar o pagamento integral da fatura o banco precisa oferecer outras opções de crédito para liquidação da dívida.

Antes era possível pagar o mínimo em várias faturas seguidas. No entanto isso só acabava impossibilitando ainda mais o pagamento devido a incidência desse juros tão alto.

Outra mudança aconteceu com, relação a porcentagem mínima de pagamento. Antes o pagamento mínimo do cartão era de 15% do total da fatura. Entretanto agora essa porcentagem pode ser definida pelo banco de acordo com o perfil do cliente.

Os Bancos costumam oferecer também a opção de não realizar o pagamento mínimo e sim realizar financiamento do saldo total da fatura. Logo, esse tipo de crédito chama-se “rotativo regular”.

Entretanto, quando o cliente não conseguia pagar esse tipo de financiamento ele era enquadrado na situação de “crédito rotativo não regular”. Já nessa situação os juros rotativos também são muito altos.

Com a mudança o CMN – Conselho Monetário Nacional determinou que essa taxa não poderão ser cobradas. Sendo assim poderá incidir apenas a mesma taxa que estava vigente no contrato regular.

Além do valor contratual só poderão ser cobrados a multa de 2% e juros de 1% ao mês.

Quais instituição financeira têm as menores taxas de juros no rotativo?

Abaixo listamos alguns bancos e cartões que oferecem as menores taxas de juros rotativo no mercado atualmente, veja.

  • 10º – Cartão Hipercard – Esse cartão é um dos que cobra uma das maiores taxas. Ao ano a ela chega a 588,94%.
  • 9º – NuBank – Esse pode ser um dos queridinhos, pois não cobra anuidade e oferece algumas vantagens. Entretanto a taxa de juros rotativo é absurda e fica em R$385,16%
  • 8º – Credicard Zero – Esse também é um dos cartões que não cobra anuidade, porém sua taxa de juros é de 290,52% ao ano.
  • 7º – Diggio – O Cartão Diggio é bem parecido com o Nubank, no entanto, quando nos referimos ao juros rotativo ele cobra bem menos, 249,47% ao ano
  • 6º – Santander – O Banco Santander oferece o cartão Advantage Black com taxa de R$171,82% ao ano
  • 5º – Caixa Econômica – A Caixa oferece 3 tipos de cartões com o juros rotativo de 151,82% ao ano. São eles o Elo Nanquim, MasterBlack e o Visa Infinite
  • 4º – Citi Bank – Oferece o cartão City Black com 136,32% de juros rotativo ao ano.
  • 3º – Banco do Brasil – No top 3 da lista temos o OuroCardBlack e o Visa infinite com a taxa de 105,59% de juros ao ano.
  • 2º – Itaú – O Itaú ocupa o segundo lugar com a taxa de 92,59% ao ano nos cartões ItaúCard MasterBlack, Visa Infiniti e Multiplus.
  • 1º – Banco Inter – O banco Inter consegue oferecer uma taxa de apenas 79,59% ao ano nos cartões Gold e Platinum Black, por isso ocupa a primeira posição da nossa lista.


Leave a Reply