Fintechs: O que é? Como funcionam? Para que servem?

Nos últimos anos, o setor financeiro tem passado por constantes mudanças no que envolve os setores de inovação e tecnologia. Um ótimo exemplo para o surgimento de novas possibilidades na área são as Fintechs, empresas intimamente atreladas à revolução industrial e financeira.

Basicamente, englobam o propósito de eliminar ao máximo procedimentos burocráticos e tornar quaisquer práticas mais rápidas e práticas. Ano a ano, a presença das Fintechs se torna mais evidente em nosso cotidiano, despertando a curiosidade de clientes e investidores.

Nesse artigo, explicaremos um pouco mais sobre o funcionamento das Fintechs e uma visão geral a respeito dos serviços oferecidos. Confira:

O que é uma Fintech?

Fintechs o que é

O nome Fintech é uma abreviação em inglês para Financial Technology, que significa Tecnologia Financeira. Em resumo, Fintechs são empresas capazes de fornecer tecnologias inovadoras para o setor de finanças em geral.

No contexto atual, essas empresas são as principais responsáveis pelas grandes mudanças evidenciadas na área, principalmente no que se refere aos procedimentos bancários.

É o termo utilizado para as inovações e o uso de novas tecnologias por empresas do setor financeiro para a entrega de serviços financeiros. O uso de smartphones para o uso de bancos móveis e a possibilidade de realizar investimentos são exemplos da aplicação da tecnologia que tornam o acesso a serviços financeiros e bancários mais acessíveis à população.O termo engloba tanto startups quanto companhias financeiras já estabelecidas no mercado, que procuram substituir ou melhorar seus serviços com a aplicação de tecnologias.

Estamos em uma época que remete muito ao sucesso das contas digitais, ao internet banking e às criptomoedas. De maneira geral, o avanço das tecnologias empregadas é essencial para garantir a segurança dos usuários, o que torna as Financial Technologies muito importantes.

Desde simples operações bancárias até empréstimos ou a disponibilização de um cartão de crédito, um diferencial das Fintechs é que buscam oferecer os mesmos serviços por valores mais baixos, uma característica que se torna possível graças ao amplo uso de ambientes digitais.

Como funcionam as Fintechs?

Como toda boa prestação de serviço, o foco das Fintechs está atrelado a qualidade e não a quantidade de negócios desenvolvidos. Em geral, o objetivo é trabalhar problemas e limitações apresentadas pelos modelos tradicionais.

Isso consiste em elaborar soluções capazes de não apenas expandir a atuação de empresas já existentes, como também originar novas propostas que se destaquem no mercado.

Sendo a Nubank um dos melhores exemplos de Fintech no Brasil, a utilizaremos para que certos pontos característicos ao modelo possam ser evidenciados.

Embora se tratem de empresas amplamente conhecidas, a maior parte delas conta com um número reduzido de funcionários. Um dos motivos para que funcionem tão bem nessas condições é o grau de informatização dos processos: quase sempre, são empresas de suporte e atuação majoritariamente virtuais.

Ainda assim, são altamente capazes de desempenhar seus serviços em larga escala, com poucas restrições, em plataformas com elevado número de usuários. Uma das características mais marcantes é o pouco tempo de atuação no mercado, mas alto reconhecimento e popularidade.

Para que serve uma Fintech?

As Fintechs podem prestar serviços tanto para pessoas jurídicas quanto físicas, já que tudo depende das ideias a serem desenvolvidas.

No caso de pessoas jurídicas, uma atividade bastante tradicional é a contratação dessas das Fintechs para solucionar problemas de segurança em sistemas bancários, bem como aprimorar sistemas.

Já na atuação direcionada a pessoas físicas, se encontram as empresas como a Nubank, que fornecem seus serviços diretamente ao cliente e se assemelham aos bancos tradicionais, porém com um elevado grau de independência à instalação de unidades físicas de atendimento.

Fintechs x Startups

As startups também têm sido citadas como componentes de extrema importância dentro da economia global. É comum você já tenha ouvido falar delas, e por isso pode estar se perguntando os motivos pelos quais são diferentes das Fintechs.

De fato, os ideais são bastante semelhantes no que diz respeito ao objetivo de solucionar problemas, inovar e reduzir custos. Entretanto, o termo Startup é mais genérico, o que define as Fintechs como um dos segmentos desempenhados pelas Startups.

Principais Tipos de Fintechs

  1. De Pagamentos; ( Pagamentos )
  2. De Gestão Financeira; ( Finanças pessoais )
  3. De Empréstimos e Negociação de Dívidas; ( Empréstimo )
  4. De Crowdfuning; (Financiamento colaborativo)
  5. De Investimentos; ( Investimentos / Equilíbrio financeiro )
  6. De Eficiência Financeira; ( Transferências Internacionais de Dinheiro)
  7. De Blockchain e Bitcoin;
  8. De Seguros. ( Seguro )



Leave a Reply