Variância e desvio padrão: Variância amostral, Excel

No artigo de hoje vamos aprender sobre dois conceitos muito importantes para cálculos e análises estatísticas. Os conceitos são variância e desvio padrão e como calcular variância.

Portanto, se você tem dúvidas sobre definição e como calcular a variância e o desvio padrão de dados amostrais, continue com a gente.

Vamos lá?

O que é variância?

Segundo a e estatística e a probabilidade, a variância é basicamente uma medida de dispersão estatística, ou seja, ela indica o quanto os valores dos dados se desviam do valor esperado.

Assim, dado um conjunto de dados, a variância é caracterizada como uma medida de dispersão amostral que visa identificar o quanto cada valor dessa amostra está distante do valor médio dos dados.

Dessa forma, quanto menor for o valor da variância, mais perto cada dado está da media amostral. Como também, quanto maior for o valor da variância, mais dispersos os dados da amostra estão da média amostral.

Formula da variância

Existem duas fórmulas para se calcular a variância. Na primeira fórmula, temos a variância amostral, que a variância de uma série de valores coletados em uma amostra, laboratorial, por exemplo.

Portanto, a fórmula é a seguinte:

Variância amostral = (x1 – x)² + (x2 – x)² + (x3 – x)² + … + (xn – x)²

​n – 1

No segundo caso, quando desejamos saber a variância de dados populacionais, utilizamos a seguinte fórmula para calcular a variância:

Variância. populacional = (x1 – x)² + (x2 – x)² + (x3 – x)² + … + (xn – x)²
                                                                   n

Veja que no primeiro caso, subtrai-se por um, pois está se desprezando um dado, dentro da série. E no segundo caso, como são dados populacionais, todos os valores devem ser levados em consideração e, portanto, se dividi pelo total do número de dados obtidos.

Variância e desvio padrão

Assim como a variância, o desvio padrão também é utilizado para calcular a dispersão estatística de uma série de dados.

Assim, o desvio padrão é utilizado para encontrar o desvio, ou seja, o erro ou o valor mais discrepante de um conjunto de dados. Dessa forma, o desvio padrão é utilizado junto à média aritmética dessa série de dados, identificando aproximadamente, o valor mais confiável para cada dado.

Portanto, o desvio padrão é representado da seguinte forma:

média aritmética ± desvio padrão (dp)

Por exemplo: 1,73 ± 0,01

Então, o desvio padrão é caracterizado como a raiz quadrada da variância. Sendo dessa forma, necessário calcular a variância para determinar o desvio padrão de uma amostragem.

dp = √var

Variância Excel

Para calcular a variância no Excel é muito fácil, depois de colocar todos os valores da sua amostra nas células do programa, você vai selecionar uma célula e vai inserir a fórmula abaixo.

=VARA (selecione as células individualmente separando por ponto e vírgula)

Lembre-se de selecionar as células com os valores da amostra a ser analisada, separando-as por ponto e vírgula. Ao final, é só apertar a tecla ENTER do seu computador e o valor da variância será calculada.

Como calcular variância

Para calcular a variância você deve fazer os seguintes passo:

Primeiro passo: Calcule a média aritmética dos valores de sua amostra. Portanto, some todos os valores e divida pelo número total de dados coletados.

Segundo passo: Calcule a diferença entre cada valor da sua é a média aritmética encontrada no passo anterior.

Terceiro passo: Eleve o resultado da diferença ao quadrado. É necessário elevar ao quadrado, pois está se calculando a distância com relação à media, portanto, na variância, não existem valores negativos, ou desvios negativos.

Quarto passo: Some os valores obtidos da elevação ao quadrado.

Quinto passo: Divida o resultado da soma pelo número de dados coletados menos 1.

Assim, esperamos que você tenha entendido sobre como calcular a variância e o desvio padrão.

Bons estudos e não se esqueça de compartilhar

Variância e desvio padrão: Variância amostral, Excel
5 (100%) 1 vote


Leave a Reply