Vale a pena alugar um imóvel? Conheça outras opções

Vale a pena alugar um imóvel? Não é de hoje que investir em imóveis para locação é visto como uma modalidade de investimento seguro. Porém, será que vale realmente a pena frente aos novos mercados?

Quando se fala em investir em imóveis, a visão é de que basta comprar o imóvel e aluga-lo. Parece fácil não é mesmo? Entretanto, ser proprietário de um imóvel vai um pouco mais além de obter renda com seus locatícios.

Isto porque existem fatores externos que podem gerar ônus como reformas, benfeitorias, depreciação, impostos e afins. Ou seja, não é apenas comprar e colocar para alugar, existe toda uma manutenção imposta ao proprietário.

Vale a pena alugar um imóvel?

Logo, ter um imóvel se torna uma grande responsabilidade, e a rentabilidade acaba não sendo tão alta. Além disso, quantos imóveis você acha que consegue adquirir ao longo de toda sua vida?

Veja bem, não queremos fazer com que seu sonho de investir em imóveis vá por água abaixo, só estamos expondo a realidade. Entretanto, se anime, pois existe uma forma de ganhar dinheiro com imóveis sem precisar comprar, são os FII’s.

O que são os FII’s?

Os fundos de investimentos imobiliários, ou FII’s, são fundos compostos por imóveis, podendo ser compostos por comerciais, residenciais ou ambos. Além disso, seus rendimentos são pagos em dividendos proporcionalmente às cotas.

Bastante procurado por investidores mais conservadores, os fundos imobiliários também possuem um administrador. Ou seja, existe um gestor por trás que irá fazer toda a análise e gestão do fundo escolhido por você.

É importante destacar que, assim como investir em imóveis, o retorno é a médio ou longo prazo. Entretanto, a vantagem é que o investimento mínimo é de longe inferior quando se comparado a compra de um imóvel por completo.

Isto porque ao optar por investir em fundos Imobiliários adquire apenas uma parcela do imóvel. Porém, é importante que se considere todas as variáveis como se estivesse adquirindo um imóvel como um todo.

A vantagem é que no caso de precisar realizar uma reforma, por exemplo, as despesas são dividas entre os cotistas. Isso acaba por reduzindo seus custos com eventuais depreciações dos imóveis da carteira.

Além desta, existem uma vasta lista de vantagens e benefícios quando se prefere por investir fundos Imobiliários. Assim como também existem os riscos e os melhores meios de se inserir nesse mercado.

Vale a pena alugar um imóvel

Vale a pena alugar um imóvel?

Investir em Fundos Imobiliários é arriscado?

Apesar de serem relativamente rentáveis, e possuíres riscos menores, eles não devem ser ignorados. Por isso, antes de escolher um FII deve-se analisar todas as variáveis para que você não pise em falso:

  • Desvalorização: Assim como comprar um imóvel, existe o risco de os imóveis desvalorizarem. Caso venha a acontecer, talvez precise vender a cota na baixa, resultando em perdas em relação ao investimento inicial.
  •  Liquidez: Pode ocorrer de um fundo imobiliário não gerar liquidez, forçando um desconto pelo investidor. Para que assim possa liquidar o investimento o mais rápido possível.
  •  Vacância: Se um dos imóveis que compõe o fundo estiver vago, isso pode fazer com que o rendimento seja menor.
  •  Inadimplência: Apesar de ser mais difícil de acontecer, existe o risco de o inquilino não honrar com os pagamentos dos aluguéis. Desse modo, compromete também a rentabilidade do fundo.
  •  Obras atrasadas: Quando um imóvel que irá compor o FII está em construção, existe um fundo capaz de cobrir os rendimentos. Porém, no caso de atraso nas obras, essa reserva pode não perdurar.
  •  Impostos: a liquidez do fundo, ou seja, a rentabilidade não é tributada no imposto de renda. Entretanto, caso opte por vende-lo deverá pagar impostos sobre a venda de suas cotas.

Por que investir em FII’s é vantajoso?

Apesar de todos os riscos de se investir em FII’s, não desista sem antes conhecer suas vantagens. Pois ainda assim, os fundos imobiliários são modalidades de investimentos que podem garantir uma boa renda passiva:

  • Investimento baixo: O mínimo para se investir em um FII é de 1 cota. Assim, somando a cota ao valor da corretagem (quando existir), não deve superar os R$ 150,00.
  • Facilidade: Talvez essa seja a maior vantagem dos fundos imobiliários, posto que não precisará cadastrar seu imóvel em diversas imobiliárias. Ou seja, o trabalho de prospectar um inquilino fica por conta do gestor.
  •  Valorização: Como as cotas são negociadas junto à Ibovespa, basta acompanhar a diariamente para saber qual a rentabilidade. Além disso, por lá você também fica sabendo se houve valorização.
  •  Compra de mais cotas: outra vantagem é que os fundos imobiliários possuem escalabilidade. Ou seja, a qualquer momento você pode comprar mais cotas, saindo de 1 para 10 ou mais cotas.
  •  Venda parcial das cotas: no caso qualquer imprevisto, o investidor não precisa se desfazer de todas as suas cotas. Logo, a qualquer momento ele pode realizar a venda parcial, obtendo ainda algum rendimento.
  •  Carteira mais diversificada: pelo fato de os fundos Imobiliários serem de baixo investimento, pode-se optar por diferentes fundos. Desse modo, não ficará engessado em um único segmento.
  •  Imposto de renda: Para os fundos imobiliários que possuam mais de 50 investidores, os rendimentos são isentos de impostos. Entretanto, nenhum dos investidores pode possuir mais de 10% do FII.


Leave a Reply