Como Recalcular GPS: Empresa e Individual

Como recalcular GPS entenda o que é GPS, como calcular  e emitir sua guia, classificações, quem deve calculá-la. Confira aqui as informações.

A Guia GPS é um documento importante para o trabalhador e para o empregador, pois é ele o responsável por calcular o valor de contribuição á ser pago para o fundo da previdência privada e o INSS.

É necessário recalcular GPS anualmente, para que o valor seja ajustado de acordo com valor do salário mínimo vigente.

Esse processo de recalcular GPS é feito diferentemente para empresa, autônomo e individual. Para cada categoria existe um plano diferente de guia da previdência.

O que é GPS

A sigla GPS significa Guia da Previdência Social, trata-se de um documento que serve para recolher contribuições sociais que iram ser usadas pela empresa, contribuinte individual, facultativo, segurado especial e empregador doméstico.

Esse pagamento é recolhido pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), órgão ligado ao Governo Federal do Brasil, tal contribuição garante ao contribuinte a aposentadoria, pensão por morte, auxílio doença, maternidade, acidente dentre outros.

Essa documentação pode ser paga em agências bancárias conveniadas, casas lotéricas, correspondentes bancários, ou débito em conta.

Quando recolhido pela empresa o valor é descontado do salário do funcionário, o mesmo ocorre para os contribuintes individuais e facultativos, já o empregador doméstico e segurado especial o recolhimento ocorre mediante ao pagamento do carnê.

As classificações dos contribuintes do GPS são:

  • Empregado – trabalhador contratado com carteira assinada;
  • Contribuinte Individual – pessoas que realizam trabalho autônomo ou são prestadores de serviços a empresas, sem nenhum vínculo empregatício;
  • Contribuinte Facultativo – contribuintes maiores de 16 anos, que não possuem renda própria, são enquadrados nessa categoria estudantes e donas de casa;
  • Empregados domésticos – pessoas que prestam serviços para residências particulares. Como: empregada doméstica, governanta, enfermeira, jardineiro etc;
  • Contribuinte Especial – trabalhador rural, que exerça atividade como forma de renda e sustento de sua família.

calculando gps

Como recalcular GPS: Empresa, individual e autônomo

O GPS é uma contribuição obrigatória tributariamente, e deve ser paga por todas as pessoas jurídicas que possuam empregados.

Sua principal função é o recolhimento feito pelas empresas de benefícios aos seus funcionários, trabalhadores autônomos e outros profissionais, enquadrado dentro dos termos da Lei Orgânica da Previdência Social.

Veja a seguir como recalcular GPS, para cada tipo de classificação:

Recalcular GPS em atraso

Passada a data de vencimento da GPS, para recalcular GPS deve-se preencher a guia manualmente com o valor do acréscimo corrigido, ou você pode gerar uma nova guia pelo site com o valor atualizado e pagá-la na agência bancária e casas lotéricas.

Recalcular GPS individual

Para recalcular GPS individual, o contribuinte deve realizar o pagamento mensalmente, gerando uma guia através do site ou adquirindo um carnê que deve ser preenchido manualmente. O cálculo da contribuição pode ser feito em dois planos de previdência diferentes, o plano normal onde é recolhida uma alíquota de 20% em cima do salário do contribuinte, e o plano simplificado onde é recolhida uma alíquota de 11% sobre o salário mínimo.

Recalcular GPS autônomos

O trabalhador autônomo pode recalcular GPS gerando uma guia pelo site, ou preenchendo o carnê manualmente. Podendo optar por dois tipos de contribuição, a de contribuinte individual, contribuindo assim com 20% sobre seu salário, podendo se aposentar por tempo de serviço ou por idade.   Já a outra opção recolhe 11% sobre o valor do salário mínimo, nessa opção o trabalhador autônomo aposenta por idade recebendo mensalmente um salário mínimo.

Recalcular GPS empresa

Para recalcular GPS de empresas deve se buscar informações junto á Receita Federal, mas o recolhimento da GPS é descontado do salário dos funcionários, guia gerada pela internet ou preenchida manualmente pelo carnê.

Para emitir sua Guia da Previdência Social, pode fazer pela internet, gerada mensalmente ou por determinado período.Outro método para gerar a guia é adquirindo um carnê em papelarias ou casas lotéricas, e preenchendo-o manualmente.

O pagamento pode ser programado em débito em conta, ou apresentando o boleto em casas loterias, agencias bancárias e caixas eletrônicos.Para recalcular GPS é preciso saber o valor da porcentagem em cima do salário e percentual pago de juros e multas por atraso, após a data de vencimento.

É importante contribuir pagando a GPS, pois ela possibilita e garante o recebimento de vários benefícios aos trabalhadores como:

  • a aposentadoria por tempo de contribuição,
  • aposentadoria por idade,
  • aposentadoria por invalidez ou deficiência,
  • auxílio doença, salário maternidade,
  • pensão por morte,
  • auxílio reclusão,
  • salário-família
  • auxílio acidente,
  • dentre os outros

Tem direito a adquirir a GPS todo trabalhador em regime de carteira assinada, trabalhador autônomo, prestadores de serviços á empresas, empregados domésticos, pessoas maiores de 16 anos que não possuem renda própria e trabalhadores rurais.

Aproveite e saiba mais:

Cada uma das categorias de trabalhador possui um percentual diferente de alíquota para que deve ser pago, calculada em cima do salário recebido ou sobre o valor do salário mínimo vigente, por isso esse valor referente a contribuição precisa ser recalculado anualmente.

Como Recalcular GPS: Empresa e Individual
Gostou? Deixe seu voto.

Leave a Reply