Você já soube do pagamento seguro desemprego por conta corrente ou poupança? Não se preocupe! Você saberá tudo sobre essa novidade ao final desse artigo.

O Seguro desemprego, um dos benefícios trabalhista mais importantes do trabalhador brasileiro, passou por mudanças significativas recentemente.

Segundo o Ministério do trabalho, o pagamento do benefício não poderá ser mais em espécie. Como sabemos, o pagamento do seguro desemprego era feito de três formas diferentes: Cartão Cidadão; na própria agência, em espécie; e em crédito em conta.

Agora, com a nova medida, os trabalhadores só poderão ter acesso aos recursos tendo uma conta corrente ou poupança, onde os valores serão creditados. Com isso, o Ministério do Trabalho espera ajudar a inibir fraudes no programa.

Quer saber tudo sobre o programa e esclarecer dúvidas sobre o pagamento seguro desemprego por conta corrente ou poupança? Continue a leitura.

Você pode gostar de ler também:

Como funciona o Seguro Desemprego?

Vamos entender primeiro o que é e como funciona o seguro desemprego.

O Seguro Desemprego se constitui como uma assistência financeira temporária para o trabalhador desempregado. Ele é pago de três a cinco parcelas de forma contínua ou alternada, de acordo com o tempo trabalhado.

Para se ter direito a esse benefício é necessário se encaixar nos requisitos abaixo:

  • Trabalhador formal e doméstico, em virtude da dispensa sem justa causa, inclusive dispensa indireta;
  • Trabalhador formal com contrato de trabalho suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador;
  • Pescador profissional durante o período do defeso;
  • Trabalhador resgatado da condição semelhante à de escravo.

Pagamento seguro desemprego por conta corrente ou poupança

Pagamento seguro desemprego por conta corrente ou poupança

Como já foi mencionado, houveram algumas mudanças no programa. Agora só será possível receber o pagamento seguro desemprego por conta corrente ou poupança.

Segundo o coordenador-geral do Seguro-Desemprego e Abono Salarial, Márcio Borges, a medida trará economia, além de evitar o risco de fraude no recebimento do benefício.

“O crédito em conta corrente simplificada ou poupança é uma alternativa segura, eficiente e mais rápida, principalmente para o seguro-desemprego 100% web”, destacou o coordenador.

Outro detalhe importante que é válido mencionar, é que o Ministério do Trabalho irá trabalhar em conjunto com a Caixa Econômica Federal, que é a instituição que paga o benefício.

E caso você não tenha conta na Caixa Econômica Federal, para evitar transtornos aos trabalhadores, será permitido transferir os recursos para contas em outros bancos.

Muito bom, não é?

O que devo saber antes de solicitar?

Mas lembre-se antes de receber é necessário solicitar o benefício, para isso, solicite o benefício nas SRTE – Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego, SINE – Sistema Nacional de Emprego e outros postos credenciados pelo MTb – Ministério do Trabalho.

Agora que você já sabe tudo sobre a novidade do restrito pagamento seguro desemprego por conta corrente ou poupança. Confira abaixo a tabela 2019 seguro desemprego atualizada.

Tabela Seguro Desemprego 2019

Através dessa tabela é possível realizar os cálculos e ter as informações referente aos pagamentos das parcelas do seguro desemprego. Confira abaixo:

Pagamento seguro desemprego por conta corrente ou poupança

Esse artigo foi útil? Compartilhe com os seus amigos.

Ficou com dúvidas sobre pagamento seguro desemprego por conta corrente ou poupança? Deixe nos comentários.




DEIXE UM COMENTÁRIO