Payback: O que é e Como Calcular

Neste artigo te ensinamos tudo o que você precisa saber sobre o payback – ou melhor, a taxa de retorno.

Com o cenário de crise do país e com as taxas de desemprego cada vez mais elevadas, ultimamente temos vista uma ascensão no empreendedorismo. Muitas pessoas têm preferido investir em um empreendimento próprio a ficar à mercê de um emprego formal.

Entretanto, já é previamente sabido que todo investimento e empreendimento possui riscos, mas saber calcular quais são os seus e qual é o tempo necessário para começar a ter retorno sobre o seu investimento é fundamental.

Todo novo projeto precisa ter como prioridade minimizar o payback. Não sabe o que significa? No artigo de hoje, te ensinaremos tudo sobre o que é o payback e como calcular.

O que é Payback

Literalmente, payback significa retorno. Esse é o indicador que é utilizado para calcular o prazo que o investimento em um projeto precisa para dar retorno. Pode ser medido em meses ou anos.

Esse cálculo permite que as pessoas responsáveis pelo projeto tenha tomada de decisões com situações mais assertivas, sabendo exatamente até onde podem ir, minimizando os riscos.

Não existe um tempo de payback pré-estabelecido. Cada projeto vai ter um tempo diferente, pois tudo depende de diferentes fatores.

É o cálculo do payback que dirá a um gestor em quanto tempo ele terá de volta o valor investido no projeto.

Qual a importância do payback?

O payback é importante para dizer qual tempo será necessário para que um projeto se pague. Isto é, em quanto tempo, o lucro trazido será igual ao valor que foi inicialmente investido no projeto.

Esse indicador interfere diretamente nas tomadas de decisão de uma empresa, em relação a novos investimentos. Pois a partir do cálculo, será possível analisar se vale a pena ou não investir em um novo projeto.

Além disso, esse cálculo também ajuda a responder questões não só de quanto tempo determinado projeto precisará para trazer retorno, como também, se de fato, o investimento trará algum retorno.

payback

Como calcular

Existem dois métodos de cálculo de payback. O método simples e o método descontado.

É importante que o fluxo de caixa da empresa esteja mensurado de forma fidedigna a realidade, para ter um resultado de payback real, sem comprometimento devido a erros.

Para calcular o payback, é importante levar em consideração todos os tipos de custos que a empresa terá com o investimento. Todos, sem exceção. Funcionários, equipamentos, despesas administrativas, despesas operacionais e tudo mais que precisar.

A fórmula para o cálculo é a seguinte:

Payback = investimento inicial / resultado do fluxo de caixa.

Por exemplo, supondo que seu investimento inicial seja de R$ 100.000 e a média do seu fluxo de caixa seja R$ 5.000, a conta que você deverá fazer será a seguinte:

  • R$ 1000.000/R$ 5.000 = 20 meses ou 1 ano e 8 meses (tempo de payback).

O que é payback simples

Como já mencionado, existem dois métodos de payback.

No simples, o cálculo é feito de forma direta, obtendo assim o número de meses ou anos que serão necessários para recuperação do investimento feito.

Esse método trabalho com a média do fluxo de caixa atual, sem considerar médias futuras.

A fórmula utilizada acima é a fórmula para o cálculo do payback simples.

O que é payback descontado

Já o payback descontado realiza o cálculo utilizando uma taxa de desconto que considera os fluxos de caixa futuros.

Esse cálculo é necessário, pois é mais fidedigno, devido a desvalorização da moeda corrente. Por exemplo, o valor x que atualmente consegue financiar determinado produto, daqui a um tempo já não é mais suficiente. Com isso, o cálculo  descontado já leva esses fatores em consideração.

A taxa de desconto, geralmente é anual é a TMA – Taxa Mínima de Atratividade, normalmente definida pelos investidores.

payback

Qual a relação entre Payback, VPL e TIR

Normalmente, está relacionado a dois outros indicadores: O VPL, que é o Valor Presente Líquido que nada mais é do que o valor atual e acumulado do fluxo de caixa e a TIR – Taxa Interna de Retorno, que a taxa de juros utilizada na qual o VPL se torna zero.

O VPL calcula o valor presente, levando em consideração o fato de que no futuro, o dinheiro atual não terá o mesmo valor.

A TIR é uma taxa de desconto, que tem a finalidade de medir o percentual de payback – ou retorno – que um projeto tem para a empresa. Além disso, ela é a taxa de desconto que torna o VPL igual a zero.

Quais as vantagens e desvantagens

Entre as vantagens do payback, é possível destacar que possui uma fórmula simples de cálculo, além de permitir saber com quanto tempo seu investimento começará a ter lucro líquido.

Entretanto, como tudo, tem seu lado negativo. O payback não leva em consideração entradas que tenham acontecido depois, ou seja, não conta o lucro que o investimento pode dar depois do retorno inicial.



Leave a Reply