O Que é CDB: Rendimento, Como investir e os Tipos

Atualmente há uma verdadeira necessidade de fazer com que o dinheiro passe a trabalhar em seu favor. Isso passou a ser fundamental. Veja aqui o que é CDB e para que ele serve.

Diante disso é necessário que sejam analisados os melhores investimentos. E isso passa por uma série de filtros, como o valor a ser aplicado, o perfil do investidor, etc., para chegar a conclusão de qual é a melhor forma de fazer com que o dinheiro cresça.

O Que é CDB O Que é CDB

O CDB (Certificado de Depósito Bancário), o mais popular entre os investimentos em renda fixa, é uma das boas opções no momento da escolha.

Nestes, o investimentos se dá em papéis da própria instituição que são utilizados por ela para suas operações, como por exemplo fazer empréstimos a seus clientes.

É uma espécie de investimento em renda fixa, que são aqueles em que é possível saber o valor ou a forma de remuneração que se terá no momento em que ele vencer, já no momento da contratação.

Neste tipo de aplicação o seu dinheiro é deixado à disposição do banco para que ele utilize dentro de seus próprios interesses. E, dentro do pactuado, remunera este valor.

O CDB é considerado como uma boa opção aos investidores que não querem se arriscar e querem ter liquidez.

Como em todo investimento um bom planejamento é muito útil pois, neste tipo de investimento, quanto mais tempo o dinheiro ficar em poder da instituição maior será a rentabilidade.

Elementos importantes em um investimento CDB

Liquidez

Que, na prática, nada mais é do que o prazo com que se consegue reverter o investimento em dinheiro à disposição;

Rendimento

É o que se obterá com o investimento feito, o quanto se ganhará com ele;

Prazo

O tempo em que o seu dinheiro ficará com a instituição financeira, isso terá interferência direta no rendimento e por isso deve merecer análise conjunta à flexibilidade;

Como fazer investimento CDB

O CDB é normalmente a primeira opção apresentada ao investidor em renda fixa, por conta de sua facilidade e baixa burocracia, bastando normalmente a existência de uma conta, seja em uma instituição bancária ou em alguma investidora.

Porém não é necessário o investimento (ou aquisição de certificado) de um banco onde se é cliente podendo optar pela aplicação em título de banco diverso e que ofereça melhor rendimento e prazos.

Qual o CDB mais rentável

Os investimentos em CDB apresentam dois tipos de correção para os títulos, seja com base na Selic ou na inflação.

Porém a análise da rentabilidade deve ser feita não só por este aspecto mas outros devem ser considerados dentro da planejamento de investimento que já citamos ser necessário.

O objetivo com o investimento, e por consequência o prazo em que será necessário o resgate do valor aplicado são elementos importantíssimos e com isso surgem opções:

Pós-fixado

Neste caso o contrato de investimento prevê o índice que será aplicado ao capital investido no momento de seu resgate, normalmente é usada a Selic, porém há casos em que isso deixa de ser regra.

Neste tipo não se terá o exato valor a ser resgato mas sim, o tipo índice que corrigirá o valor, fazendo com que muitos aspectos econômicos necessitem de atenção.

Prefixado

Nesta modalidade já há, no momento da contratação a determinação da taxa que será aplicada, sendo possível saber o valor exato que será resgatado com o vencimento do contrato.

Híbrido

Há ainda uma mescla dos dois acima, quando uma parte do investimento é remunerado com base em um taxa previamente combinada enquanto outra parte será calculada com base em um índice a ser apurado no momento do fim do contrato.

CDB Rendimento

A rentabilidade de CDB é enquadrada entre as melhores das rendas fixas, considerando a segurança existentes para as aplicações.

Sua rentabilidade comparada com investimentos como a poupança se apresenta como muito superior.

No geral é possível encontrar rendimentos em CDB que pagam até 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), sendo este o índice orientador das taxas de investimento.

Confira:

Como simular

Facilmente se encontra na internet simuladores que conseguem reproduzir com fidelidade o cenário para a aplicação do em CDB.

Com eles é possível fazer as devidas comparações entre aplicações podendo formar uma convicção clara sobre o que é mais adequado a cada perfil.

CDB liquidez diária

Como dissemos todo investimento deve ter como base um planejamento pensando com o merecido carinho.

Para os investidores que concluam neste planejamento a necessidade de retorno a curto prazo necessitam de um investimento que apresente grande liquidez.

O CDB com previsão de liquidez diária é a grande opção neste contexto pois permite acesso diário a seus ativos e com os rendimentos condizentes.

Quando se diz em CDB diária é exatamente o que ocorre, pois, após o pedido de resgate, em 1 dia o valor do investimento já estará à disposição com a correção pactuada.

Para as instituições financeiras é uma forma prática de obter meios para que as operações diárias ocorram.

O Que é CDB

CDB ou Tesouro Direto?

Entre os investimentos de renda fixa o Tesouro Direto é muito bem visto pelos investidores, especialmente por sua liquidez diária e rentabilidade.

Os títulos do Tesouro Direto são emitidos diretamente pelo Banco Central do Brasil, o que, em se tratando de instituição, conta com a maior segurança, pois não seria crível o que o Governo venha a quebrar antes das instituições bancárias.

Porém os CDBs são garantidos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito), o que faz com que os investimentos até R$ 250.000,00 por CPF não corram qualquer risco.

Diante de idêntica segurança para ambas os investimentos alguns pontos os diferenciam na hora da opção por um deles:

Investidor

O planejamento feito deve dizer se a sua intenção de investimento é de algo mais arrojado ou conservador, e mesmo tratando-se de duas opções de renda fixa, ainda assim é possível verificar esta característica dentro das opções de cada um deles:

Valor a ser aplicado

O Tesouro Direto exige aplicação inicial baixa, R$ 30,00, enquanto o CDB dependerá de qual instituição está sendo contratada.

Periodicidade de Aplicação

Como o Tesouro Direto tem um valor baixo de aplicação inicial, este pode oferecer vantagem se o perfil de aplicação for por curto tempo e valores baixos, pois o CDB pode apresentar valores mínimos maiores.

Liquidez e Rentabilidade

Já falamos sobre isso, mas é interessante lembrar, que a liquidez do Tesouro Direto é imediata enquanto a do CDB pode depender de carência. Quanto a rentabilidade em contrapartida à liquidez deve ser analisada em cada contrato e modalidade para verificar as vantagens.

CDB ou Poupança

É indiscutível que o “investimento” mais popular entre os brasileiros é caderneta de poupança.

Porém, está longe de ser o melhor.

Sempre advogou em favor da caderneta de poupança a segurança que se alardeia que tenha. E de fato tem.

Porém, outros investimentos, como alguns tipos de aplicações de renda fixa são tão seguros quanto a poupança.

O CDB é um exemplo disso, pois apresenta um melhor rendimento com a mesma segurança da poupança.

Além disso há o agravante de que a poupança é engessada em seu prazo de vencimento, ou seja, o rendimento só ocorre quando completados 30 dias.

No caso do CDB, há opções que rendem até mesmo diariamente, com índices superiores.

Neste contexto a poupança acaba por ser um tipo ruim de aplicação.

Como CDB é tributado no imposto de renda

O CDB está sujeito tributação do Imposto de Renda.

Porém as alíquotas são regressivas, conforme ficam mais longos os prazos de aplicação, menor o imposto a ser pago sobre o rendimento.

Assim tem-se as seguintes alíquotas:

  • Até 180 dias é 22,5%
  • De 181 a 360 dias é 20%
  • De 361 a 720 dias é 17,5%
  • Acima de 720 dias é 15%
O Que é CDB: Rendimento, Como investir e os Tipos
5 (100%) 1 vote

Leave a Reply