Lei de Ohm: Formulas, Exercícios e Cálculos

As leis de Ohm determinam a resistência elétrica dos condutores e foram criadas em 1827, pelo físico alemão George Simon Ohm (1787 – 1854). Por isso o nome Lei de Ohm, dado em homenagem a este físico.

George Ohm foi responsável por demonstrar que no condutor a corrente de eletricidade é exatamente igual à diferença de potencial aplicada. Dessa maneira surgia a primeira Lei de Ohm.

Na segunda Lei de Ohm, a resistência elétrica do condutor é semelhante ao seu tamanho, mas depende da composição do material. Ou seja, ela é de maneira inversa igual à área de secção transversal.

Em resumo, a Lei de Ohm é uma das mais importantes do mundo da eletricidade, pois é uma das fórmulas mais aplicadas nos cálculos de elétrica. Ela relaciona às três vertentes elétricas e mostra a ligação entre cada uma delas.

Abaixo, você confere as principais informações e um passo a passo sobre como realizar os cálculos da Lei de Ohm.

George Simon Ohm

Saiba também:

Onde a Lei de Ohm é aplicada

Ao ligar uma fonte de tensão elétrica a outro material, George Ohm percebeu que circulava uma corrente elétrica diferente e, dessa maneira, ao variar a tensão, Ohm presenciou outra tensão elétrica. Com isso, ele registrava cada tensão nova em seu caderno de anotações.

A Lei de Ohm é aplicada no dia-a-dia, mesmo sem perceber a gente fica em contato com ela em momentos inoportunos, como, por exemplo, na hora de tomar banho. Todos os chuveiros elétricos contam com resistores, que consomem energia e a converte em energia térmica, esquentando a água para que possamos tomar um banho quente.

Os ferros de passar roupa também contam resistores, bem como os secadores de cabelo e até os aquecedores. Por conta disso, é de extrema importância ter o mínimo de noção sobre as leis de Ohm. Caso aconteça algum problema com esses aparelhos, a Lei de Ohm ajuda a resolver. Quer saber como? É só rolar para baixo.

Fórmulas de Ohm

A fórmula dessa lei tem o propósito de mostrar que a diferença de potencial (U) entre dois pontos de um mesmo condutor é proporcional à corrente elétrica (A). Isso significa que a corrente elétrica que passa por meio de qualquer condutor é proporcional à diferença de potencial entre os terminais, assim como indica a Lei de Ohm.

Quando essa lei aplica-se a um determinado resistor, o mesmo é chamado de resistor ôhmico ou linear. Veja fórmula dada por um dispositivo condutor:

R = V / I ou V = R . I ou I = V / R

Uma vez que:

  • V = tensão medida em volt (V);
  • I = intensidade da corrente elétrica medida em ampère (A);
  • R = resistência elétrica medida em ohm (Ω).

Por meio da Lei de Ohm é possível saber a tensão tendo somente a corrente e a resistência ou saber a resistência tendo só a tensão e a corrente e vice e versa.

lei de ohm

Exemplo de cálculo com a Lei de Ohm

Um dos cálculos mais famosos é o da corrente de um chuveiro elétrico. Confira:

Sabendo que o chuveiro tem 4400 Watts e a sua tensão é de 220 Volts, qual seria sua corrente?

Para isso, você deve realizar o seguinte cálculo:

W/V = A, então 4400/220= 20

Ou seja, o chuveiro tem uma corrente de 20 Ampere. Agora, como saber a resistência?

Siga o cálculo:

V/A = Ω então 220/20 = 11

Com isso, fica fácil saber que o chuveiro possui uma resistência de 20 ohms.

Lei de Ohm: Formulas, Exercícios e Cálculos
4.3 (85%) 12 votes


One Response

Leave a Reply