Esse índice é muito importante na hora da compra e venda de imóveis. Saiba por que o INCC é cobrado e sua importância no mercado de construção.

O INCC foi criado pela fundação Getúlio Vargas com a intenção de verificar o desenvolvimento das despesas na construção de imóveis.

Esse índice é usado posteriormente para readequar as parcelas nas transações de compras das habitações que estão em processo de construção.

A coleta de dados do índice nacional de custo de construção não é feita em todos os lugares do Brasil. Atualmente, ela só acontece em 7 capitais que são: Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre, São Paulo, Salvador, Belo Horizonte e Recife.

O que é?

Afinal, o que é o índice nacional de custo da construção?

Esse índice foi criado pela fundação Getúlio Vargas (FGV) em 1985 e tem a função de calcular o quanto está sendo gasto nas construções habitacionais.

Em 1950, já havia um órgão que servia para avaliar os custos da construção de imóveis, mas que funcionava apenas no Rio de Janeiro.

Quando o INCC foi criado, ele passou a observar os dados de outros lugares do Brasil, atualmente apenas as capitais citadas abaixo são analisadas pelo índice, elas possuem pesos diferentes no cálculo :

  • São Paulo, Peso 43,29%
  • Belo Horizonte, Peso 11,13%
  • Porto Alegre, Peso 11,04%
  • Brasília, Peso 10,50%
  • Rio de Janeiro, Peso 9,49%
  • Salvador, Peso 9,31%
  • Recife, Peso 5,24%

O Índice Nacional de Custo da Construção é atualmente (INCC) divulgado em três versões diferentes: 10, M e DI. Cada uma tem uma função diferente e é medido de formas desiguais.

  • INCC-10: tem os dados coletados a partir do dia 11 do mês até o dia 10 do mês seguinte
  • INCC-M: a partir do dia 21 do mês, os dados são calculados e vai até dia 20 do próximo mês
  • INCC-DI: usa os dados obtidos a partir do dia 1 até o dia 30

Esse índice acontece porque o preço dos materiais, da mão de obra e de tudo que é necessário para fazer uma obra pode sofrer variações com o passar do tempo.

Por exemplo, o pedreiro que cobrava 100 reais o dia, pode variar seu preço para 150 reais e a construtora possa ter que alterar o valor da parcela usando o INCC.

O índice nacional de custos da construção só vale para quem está adquirindo um imóvel em processo de construção ou na planta. Ou seja, imóveis prontos não sofrerão alterações do INCC.

incc

Para que este índice

Tem a função de fornecer uma previsão de quanto a sua parcela da construção imobiliária vai variar levando em consideração a mudanças dos custos em relação à construção.

Ele levará em conta acontecimentos como fenômenos da natureza, ausência de material. E também até greves de bancos que possam atrasar o pagamento da construção.

Confira saiba mais

Qual a diferença entre INCC-M e INCC-DI

O INCC-M é o índice que tem a função de observar a variação que acontece nos valores do mercado da construção civil no Brasil. Esse índice é muito importante no âmbito da construção civil brasileira. Ele é calculado do dia 21 de um mês até dia 20 do outro.

O INCC-DI também é conhecido como FGV, esse índice funciona verificando os custos das construções habitacionais brasileiras. Esse índice é calculado do dia 1 ao dia 30 do mês.

A diferença entre INCC-M e o INCC-DI é que o primeiro observa a mudança que acontece no mercado, enquanto o segundo verifica as variações no custo das construções.

 

Qual a vantagem do INCC para as construtoras

A principal vantagem do INCC para as construtoras é que com ela se pode alterar o valor da parcela com base no índice nacional de custo da construção. Ou seja, elas não terão que arcar com as despesas adicionais que surgem ao longo do processo de construção.

Por exemplo, se o preço de um saco de cimento aumenta, a construtora não terá que cobrir o aumento dessa taxa. Já que utilizando os dados providos pelo INCC, ela poderá aumentar a parcela que o cliente está pagando pela construção para custear esses aumentos.

O índice também ajuda na reflexão de acréscimos mais sensíveis que só acabam impactando na construção civil, como os reajustes setoriais do salário.

Mas, esses efeitos só serão diminuídos dois meses depois, porque as parcelas pagas em um mês serão alteradas seguindo o INCC de dois meses atrás.

O pagamento desse índice tem que ser feito desde o início do pagamento até a quitação dele. O INCC será aplicado sobre o saldo devedor do cliente.

INCC

Como calcular

O INCC é calculado todo mês sobre o saldo devedor do contrato, então sempre estará sujeito a alterações. Então, ele não é calculado sobre o valor total do imóvel apenas sobre o que está faltando pagar.

Ou seja, supondo o mês de março seja de 0,25%, o seu saldo devedor com a construtora é de 10.000 reais e está dividido em 10 vezes. O aumento no saldo devedor será de 25 reais, então o saldo devedor será de R$ 10.025 e a parcela R$ 1002,5.

Essa é uma explicação mais simples com valores hipotéticos, é possível fazer essa conta através de uma tabela no Excel que é disponibilizada online.

O que compõe

Ao coletar os dados das construções das capitais citadas acima, será feita uma média aritmética com eles. Os preços levados em consideração serão o dos materiais, serviços, mão de obra e do equipamento usado na construção.

Porém, os preços dos materiais ainda serão divididos em estruturais, de acabamento e instalações. Será também colocado na operação a variação de custos entre as cidades e o mercado de construção de imóveis em cada cidade.

INCC 2019

No mês de janeiro, foi registrado que o INCC-M teve um aumento de 0,40%, uma grande alta em relação a dezembro de 2018. Segundo a FGV (fundação Getúlio Vargas), o INCC geral teve uma alta de 0,49% em janeiro de 2019.

Como o ano começou agora, não há muitas informações sobre os dados, mas está acontecendo um aumento considerável em relação ao ano anterior.

Quando o país entre em período de inflação, o INCC tende a ter altas devido ao aumento no preço dos materiais e da mão de obra.




DEIXE UM COMENTÁRIO