Como calcular juros

Como calcular juros – A matemática financeira abrange conceitos tais como: capital, montante, juros simples e compostos, taxa de juros e etc. Os juros representam a remuneração do capital que é empregado em alguma atividade produtiva. Podem ser classificados em duas vertentes: simples e compostos.

Nesse artigo iremos entender mais sobre como calcular juros simples e composto.

Como calcular juros simples: definição

Definido como o rendimento que se obtém quando se empresta dinheiro por um período determinado, ou seja, o regime de juros será simples quando o percentual de juros incidirem apenas sobre o valor principal. Sobre os juros gerados a cada período não incidirão novos juros. Valor Principal ou simplesmente principal é o valor inicial emprestado ou aplicado, antes de somarmos os juros.

Traduzindo a definição acima em uma fórmula temos que:

J= C . i . t

Sendo:

J = juros
C = capital (valor principal)
i = taxa de juros
t = período ou tempo de aplicação (exemplos: mês, bimestre, semestre, ano)

Quando falamos de taxa de como calcular juros outra palavra relacionada é muito citada: montante. Montante é definido como a soma total de alguma coisa. Traduzindo em fórmula temos que:

M = C + J

Sendo:

M = montante
C = capital
J = juros

Vejamos alguns exemplos abaixo:

Exemplo 1: Maria Antonieta tem uma dívida de R$ 950,00 que deve ser paga com juros de 10% a.m ao regime de juros simples. Se a dívida é paga em dois meses, quanto de juros ela pagará ?

Resolução: Utilizando a primeira fórmula acima, e lembrando que no regime de juros simples esse acréscimo é dado em cima do capital inicial temos que:

J= C . i . t
J = 950 . 0,1 . 2
J = 190

 

Exemplo 2: Calcular os juros simples produzidos por R$30.000,00, aplicados à taxa de 36% a.a., durante 125 dias.

  •     Temos: J = C.i.t
  •     A taxa de 36% a.a. equivale a 0,36/360 dias = 0,001 a.d.
  •     Agora, como a taxa e o período estão referidos à mesma unidade de             tempo, ou seja, dias, poderemos calcular diretamente através da                    fórmula:
  •     J = 30000.0,001.125 = R$3750,00

 

 

Veja mais:

Como calcular juros compostos

Juros compostos são os juros de um determinado período somados ao capital para o cálculo de novos juros nos períodos seguintes, ou seja, após cada período, os juros são incorporados ao capital principal e passam, por sua vez, a render juros. É comumente conhecido como “juros sobre juros”. As instituições financeiras utilizam esse método, regime de juros compostos, de capitalização nas aplicações financeiras, como na elaboração de financiamentos.

Traduzindo isso para uma fórmula matemática temos que:

M = C . (1 + i)

Onde:

M = montante
C= capital
i = taxa de juros

Vamos aos exemplos:

Exemplo 1: Qual o montante produzido por um capital principal de R$ 6.000,00 aplicados a uma taxa de juros de 1,5% a.m durante um ano?

C: R$ 6.000,00
i: 1,5% ao mês = 1,5/100 = 0,015
t: 1 ano = 12 meses

M = C * (1 + i)t
M = 6000 * (1 + 0,015)12
M = 6000 * (1,015)12
M = 6000 * 1,195618
M = 7173,71
O montante será um valor igual a R$ 7173,71.

Exemplo 2: Calcule o valor do capital que, aplicado a uma taxa de 2% ao mês, rendeu em 10 meses a quantia de R$ 20.000?

Temos que:
M: R$ 20.000
t: 10
i: 2% a.m. = 2/100 = 0,02

Substituindo esses valores na fórmula de juros compostos:
M = C * (1 + i)t
20.000= C * (1 + 0,02)10
20.000= C * (1,02)10
20.000= C * 1,218994
C = 20.000/ 1,218994
C = 16406,97
O capital é de R$ 16.406,97 reais.

Conclusão Calcular juros

A atenção é fundamental na hora de calcular juros, pois como vimos nos exemplos anteriores, são usadas as casas décimas, os pontos e as vírgulas nos lugares correto. Uma pontuação indevida, poderá resultar em outro entendimento do calculo ou na expressão de outro valor.

Como calcular juros
3.2 (64.62%) 26 votes

Comments (7)

  1. Eud de Moraes
  2. Alan S. Santos
  3. Ernesto
  4. Antonio Silva
  5. Renato
  6. Robson Rodrigues

Leave a Reply