Cálculo de Reajuste de Aluguel 2019: IGPM, IPCA, INPC

Calculo de reajuste de aluguel, confira neste artigo, você aprenderá como calcular o reajuste de aluguel. Esse cálculo tem como base três índices principais. Cada índice com as suas particularidades e métodos de cálculo.

Por isso, tenha a sua calculadora em mãos e saiba quanto será o seu reajuste e qual índice usado e quanto você passará a pagar após sua chegada.

Índices Utilizados para Calcular o Reajuste do Aluguel

Cálculo com base no IGPM

A maior parte dos contratos de aluguel existentes no mercado de imóveis atual prevê um reajuste que pode ser baseado em três índices diferentes, o IGPM (Índice Geral de Preços do Mercado), o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) ou o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

Esses três índices compõem a base para o Cálculo de Reajuste de Aluguel. Porém, o índice que é mais utilizado para determinar os valores de reajuste em variados contratos de aluguel é o IGPM, da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O IGPM é o índice que analisa o IPA, o Índice de Preços para o Atacado, que tem peso de 60% em seu cálculo. O IPC, Índice de Preços ao Consumidor, tem peso de 30% no cálculo do IGPM, e o INCC, Índice Nacional de Custos de Construção, representa 10%.

A partir do cálculo do IGPM, é possível calcular de quanto será o reajuste de aluguel, já que o IGPM é um dos índices mais considerados dentro do mercado imobiliário.

Cálculo de reajuste de aluguel

 

Cálculo com base no IPCA

O cálculo do IPCA abrange as rendas das famílias que possuem rendimentos mensais que estão compreendidos em uma faixa que vai de 1 salário mínimo para até 40 salários mínimos, independente de qual seja a fonte desse rendimento.

As famílias que são abrangidas pelo cálculo do IPCA estão residentes nas áreas urbanas das regiões consideradas pelo índice, o que é correspondente a aproximadamente 90% de todas as famílias brasileiras.

A partir desse índice, a variação dos custos dos gastos das famílias com os itens de alimentação e bebidas, transportes, saúde, habitação e higiene pessoal são então medidos.

Para este cálculo, dois períodos são considerados. O primeiro período é o tempo compreendido entre o primeiro e o último dia de cada mês e o outro período considerado é aquele entre os dias cinco e doze do mês seguinte.

Após estes períodos, o instituto responsável pelo cálculo oficial do índice divulga as variações para os usuários.

Veja também:

Cálculo com base no INPC

A população que é abrangida pelo índice INPC é menor se comparada com a abrangência do IPCA.

As famílias abrangidas pelo INPC possuem uma renda que varia de 1 salário mínimo até 5 salários mínimos, o que corresponde a aproximadamente 50% de todas as famílias brasileiras.

Assim como acontece com o cálculo do IPCA, o cálculo do INPC também tem o objetivo de medir as variações dos custos dos gastos das famílias englobadas com os itens de alimentação e bebidas, saúde, habitação, transporte e dos cuidados com a higiene pessoal.

Os períodos considerados para os cálculos também são os mesmos períodos utilizados no cálculo do INPC: o tempo que está compreendido entre o primeiro e o último dia de cada mês e o próximo período sendo aquele que está entre os dias cinco e doze do mês subsequente.

Calculadora IGP-M 2019

Para usa a Calculado do cidadão do Branco Central é fácil, basta escolher o índice de preço para correção, no caso de aluguel geralmente é o IGP-M o mais usado. Indique a data do inicio do contrato e do termino, mas lembre-se que o valor a ser corrigido sempre se refere ao mês anterior.

Se por exemplo quer saber o percentual para os contrato vencidos em setembro, deve incluir como data final os contratos que vigência até setembro. Um  exemplo, de um contrato firmando em 28 de fevereiro de 2018 e com termino em 31/08/2018, confira abaixo o percentual.

Digite o mês no campo, tipo assim: Data inicial: 02/2018 e o mesmo para data final 08/2018 e clique em “valor a ser corrigido”.

 

Calculadora do Cidadão/Banco Central

Como fazer o Cálculo de Reajuste de Aluguel – passo a passo

Vamos supor que um contrato de aluguel venceu e terá que ter o reajuste de aluguel, vamos usar o índice de março de 2018.

O calculo do reajuste de aluguel deverá ser o seguinte:

Fator de correção anual para contratos reajustados em setembro: IGPM 1,0891

Valor do aluguel: R$ 2.000,00

Reajuste do aluguel = 2.000 x 1.0891 = R$ 2.178,20

Portanto, o reajuste de aluguel foi positivo, ou melhor, teve um aumento, ao contrário do que aconteceu em março, por exemplo que teve uma queda no valor dos alugueis.

Tabela IGP-M 2018/2019

  • Jan – 0,76
  • Fev – 0,0
  • Mar – 0,64
  • Abr – 0,57
  • Mai – 1,38
  • Jun – 1,87
  • Jul – 0,51
  • Ago – 0,70
  • Set – 1,52
  • Out – 0,89
  • Nov – (-0,49)
  • Dez –  (-1,08)
  • Jan/19 – 0,01

Índices de Reajuste de aluguel em Fevereiro 2019

IGP
FGV

IGPM
FGV

INPC
IBGE

IPC
FIPE

IPCA
IBGE

Índice de Janeiro 2019

0.00%

0.01%

0.00%

0.58%

0.00%

Fator de Correção Anual

1.0675

1.0312

O IGP-M,  Índice Geral de Preços – Mercado teve um eve aumento de 0,01% em janeiro, no mês de dezembro de 2018 o índice teve queda de 1,08%, desta forma o acumulado em 12 meses é de 6,74%.

Reajuste de Contratos em Junho 2018

IGP
FGV

IGPM
FGV

INPC
IBGE

IPC
FIPE

IPCA
IBGE

Índice de Maio 2018

1.64%

1.38%

0.43%

0.19%

0.40%

Fator de Correção Anual

1.0520

1.0427

1.0176

1.0153

1.0285

Reajuste de Contratos em Setembro 2018

Confira os reajuste dos contatos no mês de setembro por exemplo

Inflação registrada pela FGV – IGP/M
Fechamento Set/2018
Variações percentuais
Mês Ano 12
meses
1,52 8,30 10,05

Faça a multiplicação do seu aluguel pelo fator anual para encontrar o novo valor. Saiba que o fator de correção anual é o acumulado dos últimos 12 meses.

Os índices de Novembro geram os reajustes de Dezembro

Reajuste de Aluguel em 2018

Se considerarmos o primeiro índice listado neste artigo, o IGPM, da FGV, que é o principal índice utilizado para atualizar os valores dos aluguéis imobiliários, temos que no mês de dezembro/2018, este índice apresentou um deflação de 1,08%.

Apesar do aumento ser capaz de assustar alguns clientes do mercado imobiliário, é válido ressaltar que, no ano uma inflação acumulada de de 8,30% e nos últimos 12 meses de 10,05%.

no Índice do mês
(em %)
Índice acumulado
no ano (em %)

Índice acumulado nos últimos 12 meses
(em %)

Número índice
acumulado a partir
de Jan/93

Dez/2018 -1,08 7,5521 7,5521 1.702,7985
Nov/2018 -0,49 8,7264 9,6940 1.721,3895
Out/2018 0,89 9,2618 10,8074 1.729,8659
Set/2018 1,52 8,2979 10,0496 1.714,6059
Ago/2018 0,70 6,6764 8,9114 1.688,9341
Jul/2018 0,51 5,9349 8,2624 1.677,1937
Jun/2018 1,87 5,3974 6,9376 1.668,6835
Mai/2018 1,38 3,4626 4,2712 1.638,0519
Abr/2018 0,57 2,0542 1,8953 1.615,7545
Mar/2018 0,64 1,4758 0,2033 1.606,5969
Fev/2018 0,07 0,8305 -0,4239 1.596,3801
Jan/2018 0,76 0,7600 -0,4140 1.595,2634

Inflação IG-M Fechamento Dez/2018

Inflação registrada pela FGV – IGP/M
Fechamento Dez/2018
Variações percentuais
Mês Ano 12
meses
-1,08 7,5521 7,5521
Cálculo de Reajuste de Aluguel 2019: IGPM, IPCA, INPC
4.2 (84.35%) 23 vote[s]


Comments (36)

  1. Elrese Penna
    • Calculo Exato
    • Redação
    • Cyntia
  2. fernando
  3. lourdes
    • Roberto Pereira
    • Redação
      • ELINETE PONTES
    • Redação
  4. Ruth J. Almeida
    • Calculo Exato
    • Redação
  5. Jorge de Souza Laranjeira
  6. walkírio
  7. gilson cesar lopes
  8. ALESSANDRA DOMICIANO
  9. joelson Aurélio
  10. Helena
  11. joão luiz thomaz duarte
  12. Natalia M SIlva
  13. Nayá
  14. jorge campos
  15. Ivanildo Navarro

Leave a Reply