Investir em ações é mais simples do que você pode imaginar, basta ler este artigo para saber tudo que precisa!

Devido ao cenário político e econômico que se instala no Brasil, muitos pensam em começar um negócio próprio, ou investir em algo. Logo, o mercado de ações surge como uma alternativa, mesmo para os mais leigos.

Mesmo sendo um dos negócios entendido como muito promissor, investir em ações requer muito estudo. Isto porque deve-se se estar atento às atualizações do mercado, posto que o segmento é bastante volátil.

Entretanto, e apesar de parecer um “bicho de sete cabeças”, qualquer um pode começar a investir, mesmo sendo leigo. Para lhe ajudar, iremos elencar a seguir algumas dicas que serão bastante úteis caso pretenda investir.

O que são ações

Ações, ou também conhecidas como “papéis”, são frações do capital social de uma empresa. Logo, quando você adquire uma quantidade de ações de determinada empresa, se tornará sócio da mesma.

Uma das vantagens de se comprar ações ao invés de integrar o contrato social de uma empresa é a baixa burocracia. Ou seja, quem comprar ações, caso queira deixar de ser acionista, basta negociar seus ativos na bolsa de valores.

o que são acoes

Vale a pena investir?

Atualmente, mesmo com pouco dinheiro é possível investir em ações. Isso porque existe uma infinidade de modalidades de investimento na Bolsa de Valores.

Desse modo, até mesmo o investidor com pouco recursos pode aplicar, e o mercado não fica mais refém de grandes empresas. Entretanto, não pense que por ser acessível, é fácil investir em ações.

Quando se fala de se inserir no mercado de ações e começar a operar na bolsa, existe um vasto leque de oportunidades. Sendo assim, o mais importante de se saber é que, quando maior o risco, maior o lucro.

Também deve-se saber que existem formas diferente de investir em ações. Por exemplo o day trade. Esta modalidade consiste em comprar uma certa quantidade de ações, e vende-las no mesmo dia.

Ou então, há quem prefira compra-las e aguardar com que rendam por si só, e com o lucro comprar mais papéis. Entretanto, esta modalidade requer um pouco mais de paciência, pois é um investimento de longo prazo.

Mesmo assim, investir em ações ainda é mais rentável que qualquer outro investimento de renda fixa. Isso se for bem executado, posto que pode chegar a rendar até 14% ou mais por ano, contra 5% médios da renda fixa.

Como investir em ações

Para você que deseja começar a investir em ações, a primeira dica é começar estudando o mercado. Além disso, pesquisar termos bastante usados nesse ramo também é essencial, pois são muitos e pode ser que você se perca.

Depois de um bom tempo se dedicando aos estudos de mercado e termos, o próximo é traçar o seu perfil de investidor. Isto porque existe o conservador, o moderado, e o agressivo.

É totalmente possível que o investidor mais conservador venha a se tornar um investidor agressivo. Isso vai depender dos seus planos e objetivos quando optar por investir em ações.

Por exemplo, um investidor conservador geralmente busca empresas sólidas e consolidadas, pois busca retorno a longo prazo. Já o investidor agressivo, praticamente prevê o mercado, e acredita que sua oscilação lhe será favorável.

Após definir o perfil de investidor que você é, o próximo passo é escolher uma boa corretora de valores. Para isso, sugerimos que você analise várias, posto que as taxas variam de corretora para corretora.

Como não é possível operar na Bolsa de Valores sem possuir conta em uma corretora de valores, é importante pesquisar. Atualmente, muitas corretoras estão oferecendo taxa zero de corretagem.

Principalmente para quem pretende trabalhar com day trade, escolher uma corretora taxa zero é interessante. Posto que a corretagem será cobrada tanto para comprar como para vender, o que poderia prejudicar o lucro.




DEIXE UM COMENTÁRIO